Tuned

TIDAL é lançado e divide opiniões: “É muito caro comparado a outros serviços”, diz Lily Allen

O novo serviço de streaming tem Jay-Z, Madonna, Beyoncé, Rihanna, Kanye West e outras estrelas da música como donos.


  • Escrito por

  • Publicado em 31 de março de 2015

Tidal Launch Event NYC #TIDALforALL

O serviço de streaming TIDAL foi lançado oficialmente nos Estados Unidos e reuniu estrelas da música e convidados em sua primeira coletiva de imprensa. Confira abaixo o vídeo que apresenta o projeto:

O TIDAL tem como donos: Alicia Keys, Arcade Fire, Beyoncé, Calvin Harris, Chris Martin, Daft Punk, Jack White, Jay-Z, Kanye West, Deadmau5, Madonna, Nicki Minaj, Rihanna e Usher. O movimento representa o empoderamento desses artistas na indústria, e todos eles defendem que a arte deve ser privilegiada e recompensada.

No vídeo de apresentação, Jay-Z diz que os cantores estão fazendo história e mudarão para sempre a forma como se consome música no mundo. No início, parece que uma bandeira legal está sendo levantada a favor da arte. Mas não demora para que os questionamentos apareçam.

O problema é que os primeiros pacotes para assinantes custam $9.99 e $19.99, valores bem maiores do que o do principal concorrente, Spotify. A luta do TIDAL, mais do que contra a concorrência, será para convencer as pessoas de que o serviço vale a pena.

A maioria do público não entendeu o slogan controverso, #TidalForAll (Tidal para todos), já que a falta de um pacote gratuito e os preços exorbitantes automaticamente excluem a população que não tem condições de bancar o serviço.

Outra dúvida surgiu nas rodas de discussões: restringir as músicas dos maiores artistas da indústria ao TIDAL, não aumentaria a pirataria? As chances disso acontecer são altíssimas. Afinal, quem não pode assinar o TIDAL e não tem acesso aos álbuns desses artistas em outros serviços mais acessíveis, vai recorrer ao download ilegal para consumir essas músicas.

E foi exatamente isso que a cantora Lily Allen comentou em seu Twitter!

Clique aqui para ler todos os tweets originais. Tradução completa abaixo.

Eu amo demais o Jay-Z, mas o TIDAL é tão caro comparado aos outros perfeitamente bons serviços de streaming. Ele está pegando os maiores artistas e os tornando exclusivos da TIDAL (estou certa de pensar isso?). As pessoas voltarão aos sites piratas em massa e compartilharão tráfego em sites de torrent. Os artistas que passam por altos e baixos (que ainda não são milionários) que vão sofrer as consequências. Talvez eu esteja deixando passar algo e o serviço seja realmente incrível e mude tudo para melhor, mas é… Eu devo ter perdido algo. Talvez eu tenha falado muito cedo e teremos muito para celebrar no futuro, mas não vou deletar meus posts. Minhas preocupações são genuínas e eu ficarei feliz de admitir que estou errada quando isso acontecer.

O Tidal oferece a maior biblioteca entre todos os serviços de streaming, além de prometer qualidade superior a da concorrência e uma maior porcentagem de royalties para os artistas. Mas na conta final, quem será o maior beneficiado?

Talvez a ideia não tenha ficado clara ou ainda não tenhamos a dimensão do projeto mas, por enquanto, não enxergamos grandes mudanças ou benefícios para ninguém de fora do círculo encantado e bilionário dos donos do TIDAL. Será que isso vai mudar?

De que lado vocês estão?

Curta nosso e receba notícias direto na sua timeline.


Tags

Comentários