Sounday: O futuro do pop nacional nas mãos de Wanessa Tuned

O pop nacional nunca teve um nome muito representativo e os poucos a que fomos apresentados foram acabando ao longo do caminho. Infelizmente, somos o país do sertanejo com palavras monossilábicas no refrão.

Wanessa – que já foi Camargo e hoje não utiliza o sobrenome do pai – é uma das poucas mulheres que permaneceram, de fato, fazendo música pop. Se antes entoava faixas com refrões melodramáticos, hoje ela investe em produções que deixam muitas mulheres americanas no chinelo. Não que ela tenha encontrado, pelo menos por enquanto, “a” música que a aclamasse nessa nova fase – mas, é bom vê-la experimentando.

Artistas brasileiros temem jogar em terreno desconhecido. O que é, de um certo ponto de vista, algo aceitável, já que o investimento de selos brasileiros não é tão grande se comparado aos da Terra da Rainha ou de Obama. Mas, chega um momento em que o público cansa de ver sempre o mesmo.

Nunca fui um dos maiores admiradores de Wanessa, mas admiro essa força de vontade em trazer padrões pouco vistos no Brasil. Para o show da turnê “DNA”, título do sétimo álbum da cantora, e que serviria para fazer um registro audiovisual, a filha de Zezé di Camargo trabalhou com o coreógrafo Bryan Tanaka – sim, aquele que é muy amado por Beyoncé e Rihanna.

Quando soube da notícia, há mais de seis meses, não sabia muito bem o que esperar. Sou fã do trabalho de Bryan, mas não imaginava o quão longe Wanessa estava disposta a ir sob a “tutoria” do rapaz. E não é que ela me surpreendeu?

No domingo passado (14), ela estreou o videoclipe de “Shine It On” que, por ser extraído do DVD da turnê, deu um gostinho de quero mais.

E antes que venham com mimimimi, saibam que Wanessa – aquela que começou a carreira cantando “O Amor Não Deixa”, “Eu Quero Ser o Seu Amor” e “Tanta Saudade” – cresceu, apareceu e, com a nova fase de diva pop, já foi elogiada pelo New York Post, lá em 2011 com um remix de Dave Audé para “Stuck On Repeat”.

Wanessa tem força de vontade e continua se esforçando para trazer o melhor da música pop para os brasileiros e tem feito isso com bastante competência. Cabe a nós ouvi-las, sem um pré-julgamento, e agradecermos por AINDA termos uma cantora que aposte neste gênero no Brasil.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=WegDOu02-tw&w=560&h=315]

Curta o DMT no Facebook e receba notícias diretamente em sua timeline.

Tags

Escrito por
Postado dia 21 de abril de 2013

Comentários

DAMMIT.com.br © 2012 - 2014    —    Alguns direitos reservados