Tuned

DAMMIT Entrevista: Sean Paul fala sobre o novo single “Contra La Pared”, trajetória na música e futura parceria com Anitta

Recentemente, conversamos com o cantor jamaicano, Sean Paul. Confira!


  • Escrito por

  • Publicado em 26 de março de 2019

Ele é um dos grandes nomes do dancehall jamaicano. Dono de uma voz marcante e de um estilo próprio, Sean Paul começou sua carreira no início dos anos 2000 e conquistou o público com seu ritmo cativante e produção de primeira. Relevante e influente dentro do ramo musical, Sean Paul coleciona uma longa lista de grandes sucessos como Gimmie the Light, Get Busy, I’m Still In Love With You, além de já ter trabalhado com artistas renomados mundialmente como Busta Rhymes, Beyoncé, Rihanna, Nicki Minaj, Sia e Dua Lipa.

Recentemente, Sean Paul lançou Contra La Pared, em colaboração com o colombiano J Balvin, música que em poucas semanas já demonstrou ser mais um hit na carreira do cantor.

Na última semana, o DAMMIT teve o prazer de conversar com o artista sobre sua nova faixa, carreira, cenário musical e ele ainda nos revelou seu plano de colaborar com a Anitta. Confira:

DAMMIT: Recentemente, você lançou Contra La Pared, em parceria com o J Balvin. Como surgiu essa música e como foi colaborar com ele?

Sean Paul: Eu conheci o J Balvin no lançamento do álbum do Farruko em 2014 em Porto Rico, e nós simplesmente nos demos bem de primeira. Eu venho sempre acompanhando a carreira dele pelo mundo, ele está trabalhando duro agora e fazendo muito sucesso. Já trabalhamos juntos em uma música do Major Lazer há dois anos, e na época eu disse que deveríamos ter uma parceria novamente. E então, no verão do ano passado, trabalhei com o Tainy, e imediatamente quando ele tocou o beat, eu já pensei: “essa música eu quero com o J“, logo após eu fiz a letra, gravamos uma demo e pronto. Enviei para o Balvin e ele respondeu com vários emojis de fogo, e assim surgiu Contra La Pared. Foi ótimo, foi sorte minha.

D: O clipe de Contra La Pared é uma superprodução. Como foram as filmagens?

SP: Foi congelante, o deserto estava muito frio, então aquelas jaquetas enormes acabaram ajudando. Quando o J Balvin sugeriu que gravássemos em Utah, eu perguntei “Por que Utah? Nós deveríamos mostrar para as pessoas a Colômbia, a Jamaica, os lugares de onde a gente veio” e ele então me enviou uma foto e a minha reação foi “UAU, que incrível!”. Ficou muito bonito, nós nos divertimos, e fico feliz que a gente tenha gravado lá, porque inicialmente eu não estava sentindo essa vibe, mas acabou sendo o melhor dia.

D: Como está sendo a recepção do videoclipe e da música?

SP: Está sendo incrível! 18 milhões de visualizações no vídeo em apenas cinco dias que foi disponibilizado no Youtube, isso indica que a música está indo bem, que as pessoas querem conferir. O clipe está bem legal, é muito bonito. Acho que a música é bem fervorosa, então o feedback que nós estamos recebendo de todo mundo está sendo incrível. Estou muito feliz!

D: Você está há muito tempo no ramo musical e suas músicas são sempre grandes sucessos. Qual é o segredo disso?

SP: Sabe, eu não tenho um segredo, eu apenas trabalho duro. Tento fazer o que esperam de mim, pelos meus fãs, pela minha gravadora, por mim mesmo e continuo fazendo isso. Tenho muitas faixas, algumas são sucessos, como essa, outras nem tanto, mas eu gosto de fazer música e é assim que eu faço. Gosto de estar no palco, eu gosto de dar 100% de mim lá e também no estúdio. É isso que posso falar, eu sou muito grato aos fãs, aos meus amigos e família, que são as pessoas que me apoiam durante todos esses anos.

D: Como um dos maiores nomes do dancehall, qual é a importância de levar esse ritmo jamaicano para o mundo?

SP: O meu gênero foi o que me colocou no lugar que estou. Eu fico muito feliz de estar fazendo algo que amo, já que eu sempre acreditei que esse ritmo (dancehall) poderia ser gigante antes de se tornar algo internacional. Então, essa minha crença nesse estilo ter se tornado realidade, me faz muito feliz e me sinto orgulhoso por todos os rappers da Jamaica e também por todos que fazem reggae.

D: Pelas paradas musicais, podemos notar que o mercado está aberto para diversos ritmos. Por exemplo, temos músicas latinas no topo de vários charts, o que é algo muito positivo. O que você acha disso?

SP: Isso é maravilhoso! Reggaeton, afrobeat, soca e dancehall são gêneros muito similares e familiares para mim. Eles podem ser mixados por DJs e então teremos músicas incríveis para festas. Todos nós viemos de diferentes países e culturas, por isso é sempre bom os ritmos estarem crescendo mundialmente. É algo importante para todo mundo que esse mercado esteja sendo relevante, principalmente para a comunidade latina.

D: O que podemos esperar de você neste ano?

SP: Nós vamos festejar por todo o mundo neste ano, esse é o meu plano. Tenho muitos singles planejados, são realmente incríveis e espero fazer mais alguns antes do ano acabar. Vou sair em turnê e vou levar o “fogo” a diferentes lugares, isso é o que eu quero para 2019. Eu também sou produtor, então quando estou por casa produzo alguns artistas e algumas coisas para mim. É o que eu tenho planejado!

D: Faz um bom tempo que você não vem ao Brasil. Tem planos de voltar para fazer shows por aqui?

SP: Sim, definitivamente! Não vou para o Brasil faz anos e eu me diverti muito aí, recebi muito amor dos brasileiros. Sempre esperei que me chamassem para voltar, mas nunca recebi essa proposta. Mas agora que a música está tendo uma boa recepção por aí, eu definitivamente irei voltar!

D: Você fez e tem colaborações com grandes artistas como Beyoncé, Sia, Dua Lipa, David Guetta e agora com o J Balvin. Podemos esperar outras parcerias? Você pode dizer algum nome?

SP: Sim! Tenho uma colaboração com Mozart La Para da República Dominicana que se chama Lento, vai ser lançada em breve e eu também tenho conversado com a Anitta, nós estamos falando sobre fazer um trabalho muito especial para os fãs, então continuem de olho! Eu falo para os fãs ficarem de olho, mas deixarei vocês avisados assim que a gente fazer esse trabalho, para serem os primeiros a saber!

D: Então podemos aguardar uma colaboração sua com a Anitta?

SP: Sim! Nós estamos trabalhando para isso e vocês podem esperar essa parceria em breve!

D: Para finalizar, você pode mandar um recado para os seus fãs brasileiros?

SP: Brasil, aqui é o Sean Paul falando diretamente de New York! Quero que vocês saibam que eu amo o Brasil e mal posso esperar para voltar aí, estou muito feliz que vocês estejam curtindo Contra La Pared e em breve vou lançar mais músicas. Estou ansioso para festejar com vocês! Viva Brasil (diz em português)!

Continue acompanhando o Sean Paul:

Instagram | Facebook | Twitter | Youtube | Spotify

 

Reportagem: Victória Lopes

Colaboração: Matheus Fabbris

Curta nosso e receba notícias direto na sua timeline.


Tags

Comentários