Box

Kristin Kreuk será protagonista e produtora executiva de “Burden of Truth”, nova série canadense

A atriz falou sobre as denúncias de assédio sexual contra Harvey Weinstein e sobre a importância de ter histórias totalmente femininas na TV. Confira!


  • Escrito por

  • Publicado em 26 de outubro de 2017

A atriz canadense Kristin Kreuk, mais conhecida por dar vida à Lana Lang em Smallville, protagonizou recentemente a série Beauty and the Beast onde interpretou a detetive Catherine Chandler. A produção da CW acabou sendo cancelada na quarta temporada, mas o retorno de Kristin às telas já está marcado.

A emissora canadense CBC encomendou dez episódios de Burden of Truth, série dramática que acompanha a história de Joanna Hanley (Kristin Kreuk), uma advogada que trabalha em uma cidade grande e retorna à sua cidade natal para cuidar do caso de um grupo de meninas que estão sofrendo de uma doença misteriosa.

Além de protagonizar a série, Kristin é também uma das produtoras executivas do projeto e disse que tem passado o dia inteiro no set. “Eu sempre estive mais interessada em contar história. Como atriz, tenho que ser internamente focada, mergulhar profundamente nos personagens que interpreto, mas detrás da câmera tenho que pensar em uma macro perspectiva e em como a história de todos personagens vão se encaixar juntas”, explicou.

 

 

Em entrevista ao Hollywood Reporter, a atriz falou também sobre as denúncias de assédio sexual contra Harvey Weinstein e disse que as mulheres precisam continuar lutando. “Todo mundo está pronto. Se as pessoas não lutavam por histórias femininas antes, elas seriam destruídas agora. É doloroso ver o que ele foi capaz de fazer. Weinstein tem acesso a dinheiro e poder em um ambiente onde tem mulheres por todos os lados”, desabafou.

Kristin ressaltou a importância de histórias totalmente feitas por mulheres, especialmente no momento atual em que estamos vivendo. “Nós precisamos proteger as histórias femininas e as mulheres as entendem melhor. Nossa série é muito focada nisso. As histórias são sobre mulheres e jovens crescendo. Nós realmente precisamos de mulheres na sala protegendo isso”, falou em relação a produção que é composta por outras três produtoras executivas além dela –  Ilana Frank, Linda Pope e Jocelyn Hamilton – além de três dos seis escritores serem mulheres.

Ela continuou explicando que as mulheres não precisam depender de histórias escritas sempre sob perspectiva masculina. “Para um homem escrever um momento de transição de uma personagem feminina, ele vai ter que se auxiliar em um personagem masculino, mas uma mulher vai dizer: ‘não’. Ela vai fazer essa transição sozinha. Especialmente agora as mulheres estão fazendo com que suas vozes sejam ouvidas e elas sabem que cabe a elas contar as histórias que queiram contar. E elas querem fazer isso. E sim, elas tem o apoio necessário para isso”, finalizou.

Burden of Truth está marcada para estrear em janeiro de 2018.

Curta nosso e receba notícias direto na sua timeline.


Tags

Comentários