Box

Atriz de “Arrow” culpa Warner por cortes de personagens na série

A versão do “Esquadrão Suicida” na série teve que desaparecer por conta do filme.


Thea

Aparentemente o equilíbrio entre a DC TV Universe e a DC Films Universe nunca existirá. Em entrevista ao Mirror Online, a atriz Willa Holland, Thea Queen em Arrow, informou que a ordem de matar sua versão do Esquadrão Suicida foi dada pela própria Warner Bros. por culpa do filme a ser lançado.

Willa também deixou bem claro que ela não consegue entender porque a DC não escolheu mesclar os dois universos da TV e do cinema. “A Marvel faz do seu próprio jeito estranho – ela mistura ‘Agents of S.H.I.E.L.D. e os filmes e tudo mais. Então é um pouco chateador porque você sabe que é possível e que pode ser feito e como seria bom se fosse feito. Basicamente você está dando ao mundo dois Flashes diferentes, tudo do nada.

Nós entendemos e não vamos mais brigar por isso. Quando a DC revelou que iam fazer um filme (do Esquadrão Suicida), tivemos que cortar nossos personagens sem nem ao menos apresentá-los propriamente.” Ela voltou a ressaltar sobre a desconversa entre os Universos DC: “Quando Stephen Amell descobriu que haveria um filme da Liga da Justiça, pensou que ele entraria como Arqueiro Verde e Grant Gustin como Flash. Parecia óbvio. Mas quando eles falaram ‘não’, nós não pudemos brigar contra, porque, primeiro de tudo, eles são as pessoas que nos deram emprego. A gente teve apenas que sentar e dizer ‘Ok. Eu entendi.’“.

Agora, o que fica no ar é: Se mantiveram dois Flashes, porque não manter dois Esquadrão Suicidas?

Curta nosso e receba notícias direto na sua timeline.


Tags

Comentários