Review: “Two Graves” marca o final de Revenge (4×23)

Revenge 4x23 - topo

Acho que a primeira coisa que eu devo citar aqui, é que o grande final prometido, eu não vi. Não por causa dos atores, ou do roteiro ou da direção. Não. O grande defeito do último episódio de Revenge foi o tempo. Clássicos 42 minutos. De verdade ABC, fica aqui a indignação de um fã: é uma series finale, vocês tinham um baita roteiro na mão e não dão a ele a oportunidade de ter pelo menos 1h e meia?

Mas que seja. Dentro deste tempo extremamente curto, eles ainda conseguiram fazer um estrago. A imposição de Nolan (Gabriel Mann) foi a que nos fez sentir certo orgulho né? Ele não precisou apontar uma arma, lutar caratê ou ameaçar. Nolan chegou na cara da Margaux (Karine Vanasse) e tocou na inocência da garota que então decidiu fazer o “bem”. Não sabemos qual foi de fato o final para a senhora LeMarchal e seu império. Se ela foi presa por cúmplice de assassinato ou por contratar uma assassina nunca saberemos.

O fim da Queen Victoria (Madeleine Stowe) foi simplesmente sensacional. Nas mãos de ninguém menos que David Clarke (James Tupper). Ela causou a destruição da vida dele e de Amanda e ninguém menos que ele para acabar com isso, fazendo inclusive que sua filha então não fosse presa. O linfoma de David o ajudou a escapar da prisão e ele pode então, desfrutar os últimos meses ao lado de sua filha na casa de praia. Sim, as duas covas são deles. A destruidora e o destruído. Qualquer outra pessoa fora consequência, inclusive Amanda (Emily VanCamp). Nada mais que justo tudo terminar onde verdadeiramente começou.

Revenge 4x23 - meio3

O episódio foi em si, extremamente corrido e acabou por deixar apressado alguns momentos que definitivamente mereciam cenas novas ou outras que poderiam ser prolongadas. Como por exemplo a aparição de Charlotte (Christa B. Allen) que obviamente agora está ao lado de Amanda, chamando-a de irmã. Mas como foi a despedida dela de seu pai? Eles ficaram na casa de praia e puderam aproveitar de vez um ambiente familiar? Isso, nunca saberemos apropriadamente. Mas gosto de imaginar que sim.

O fato de Jack (Nick Wechsler) ter ficado ao lado de Amanda até ela terminar o que havia começado foi interessante, mostrou o quanto ele realmente se preocupa com ela e a ama desde sempre. Inclusive o pedido de casamento ele nem fez. Foi logo pedindo a benção de David antes de saber se Amanda realmente queria aquilo. Mas óbvio que ela queria. Mas o romance deles neste episódio também foi meio apressado. Quase não sente-se química entre os dois como foi possível ver na segunda temporada. Acho que eles poderiam ter melhorado a cena em questão. E por favor, sem fazer coisas na cama da mãe da Victoria né? Eu só pensava nisso naquele momento.

Quando Jack é atacado por White Gold e vai parar no hospital, Amanda aparece e chora. Foi uma cena de cortar o coração. Mas você só vai entender aquele drama dela alguns minutos depois quando Nolan diz à Margaux que  ele está em estado crítico. Gente! Por que ninguém deu atenção à isso antes? Nessa cena Louise (Elena Satine) aparece e mostra que realmente não é um fantochezinho e ela não vai deixar Victoria usar ela. A ruiva vai atrás de Nolan e Amanda no hospital e fala tudo. Pronto. Aí está a Louise que gostamos. Obrigada.

A cena do confronto entre Victoria e Amanda foi, ok, foi engraçada e tensa ao mesmo tempo. Victoria disse sobre estar morta a muito tempo, o que é entendível, afinal tendo uma mãe como a dela e Conrad como esposo, você passa por algumas situações não muito legais. E ainda some isto ao fato de que nenhum de seus dois filhos foram ao seu funeral. Sensacional. Aí David aparece e dá o tiro em Victoria que cai no chão. Amanda indignada vai ‘brigar’ com ele, dizendo que a queen era dela e bang! outro tiro. Victoria pegou a arma e atirou nas costas de Amanda. Nesse momento você gela, mas eu ainda me perguntei: onde estava essa arma?!

Eles dão um salto no tempo e mostram Amanda e Charlotte no túmulo do pai só então pra explicar com flashback’s que ele foi condenado mas que pela doença pode ficar em casa, Amanda teve que passar por um transplante de coração mas que estava tudo bem. Aí vem o casamente por fim, que foi uma lindeza. Nolan levando Amanda para o altar onde ela e Jack se tornaram marido e mulher. Vale ressaltar a presença de Louise e Charlotte na cerimônia que acabou com um filhote parecido com o Sammy de presente ao Jack. Ok, eu também chorei nessa.

Revenge 4x23 - meio

Agora, o ápice do episódio foi a pulga que nos jogaram no final. Enquanto está velejando com seu recém marido, Amanda sonha com a Charlotte conversando com o médico. Ele diz que foi um milagre que Victoria era compatível com Amanda e que sua irmã tinha salvado sua vida ao autorizar o transplante. Mas ela faz um pedido: Amanda nunca deverá saber quem autorizou ou de quem é seu coração. PUFF. Amanda acorda sobre-saltada e Jack pergunta “o pesadelo de novo?”.

Há quem diga que é verdade, que apesar de ter sido um pesadelo, o coração que agora bate em Amanda é o de Victoria. Eu entretanto, tenho algumas dúvidas. Primeiro que Victoria perdeu muito sangue na cena de seu assassinato, teria sido um milagre ela ter chegado ao hospital com vida. Mesmo que o fizesse, até contactarem Charlotte e tal, ia demorar muito. E para quem não sabe, após a morte de uma pessoa, você tem 4 minutos para retirar o coração da pessoa para transplantar a outra. E esse processo não pode demorar mais do que 30min. Então assim… É cientificamente improvável.

Mas a gente não trabalha com dados científicos ou coisa do tipo, então só esperamos que alguém nos dê a luz à la JK Rowling no seu Twitter sobre este fato. No mais, o episódio foi realmente interessante, mas a chave de ouro ficou em falta. De novo, não creio que tenha sido culpa do roteiro, que em si fechou todas as questões importantes da série e deixou todos os fãs realmente satisfeitos com o desfecho. Mas realmente, o tempo dado à série em seu último episódio foi no mínimo, incômodo.

Revenge 4x23 - meio2

Ah! Só pra lembrar que o final do Nolan Ross foi impagável. Aqui repito o que pus em meu facebook pessoal: “Revenge part II – O Legado by Nolan Ross”. Acho que pelo menos metade de vocês já gostariam de ter esta série para ontem não é?

Ted Sullivan encheu seu Twitter com fotos do último episódio e acho que vocês vão gostar de ver:

E então? O que acharam?

Curta o DMT no Facebook e receba notícias diretamente em sua timeline.

Escrito por
Postado dia 11 de maio de 2015

Comentários

DAMMIT.com.br © 2012 - 2014    —    Alguns direitos reservados