Lupita Nyong’o critica revista por ter editado seu cabelo Paparazzi

A atriz Lupita Nyong’o, vencedora do Oscar de Atriz Coadjuvante pelo filme 12 Anos de Escravidão, através das redes sociais criticou a revista Grazia UK por ter editado seus cabelos naturais na capa da edição em que posou. Em um tweet e uma publicação no Instagram, Lupita expressou indignação por partes de seu cabelo terem sido editadas. No ensaio, o cabelo crespo de Lupita estava preso, mas na capa o rabo de cavalo foi removido, sem seu consentimento, e ela aparece como se estivesse de cabeça raspada.

“Decepcionada que a Grazia UK editou e alisou meu cabelo para se adequar a uma noção mais eurocêntrica de como se parece um cabelo bonito #NãoEncosteNoMeuCabelo.”

Em seu Instagram, Lupita explicou a importância de que sua aparência não seja alterada dessa maneira.

 

As I have made clear so often in the past with every fiber of my being, I embrace my natural heritage and despite having grown up thinking light skin and straight, silky hair were the standards of beauty, I now know that my dark skin and kinky, coily hair are beautiful too. Being featured on the cover of a magazine fulfills me as it is an opportunity to show other dark, kinky-haired people, and particularly our children, that they are beautiful just the way they are. I am disappointed that @graziauk invited me to be on their cover and then edited out and smoothed my hair to fit their notion of what beautiful hair looks like. Had I been consulted, I would have explained that I cannot support or condone the omission of what is my native heritage with the intention that they appreciate that there is still a very long way to go to combat the unconscious prejudice against black women's complexion, hair style and texture. #dtmh

A post shared by Lupita Nyong'o (@lupitanyongo) on

“Como já deixei claro com tanta frequência no passado, com todas as fibras do meu ser, abraço minha herança natural, e apesar de ter crescido pensando que a pele clara e padrão, cabelos sedosos eram padrões de beleza , eu agora sei que minha pele escura e estranha, e meus cabelos encaracolados também são bonitos. Estampar a capa de uma revista me deixa satisfeita por ser uma oportunidade para mostrar a outras pessoas negras, de cabelos crespos, e particularmente nossas crianças, que elas são lindas do jeito que são. Estou desapontada pela Grazia UK me convidar para estar em sua capa e, depois editar e alisar meu cabelo para se adequar a uma noção de como um cabelo bonito se parece. Se eu tivesse sido consultada, teria explicado que não posso apoiar ou tolerar a omissão do que é minha herança nativa, com a intenção de que eles entendessem que ainda há um longo caminho a percorrer para combater o preconceito inconsciente contra a pele das mulheres negras, o estilo e a textura de seus cabelos #NãoEncosteNoMeuCabelo”.

A revista Grazia UK negou que “qualquer pedido editorial tenha sido feito ao fotógrafo para que o cabelo de Lupita Nyong’o fosse alterado”, explicou.

 

Curta o DMT no Facebook e receba notícias diretamente em sua timeline.

Tags

Escrito por
Postado dia 11 de novembro de 2017

Comentários

DAMMIT.com.br © 2012 - 2014    —    Alguns direitos reservados