Paparazzi

Lea Michele fala sobre seu novo álbum, Cory e seu melhor amigo, Jonathan Groff

A atriz e cantora desabafa: “Estava feliz em Glee. Estávamos em uma ótima fase, e eu sentia que podia alcançar as estrelas quando estava com Cory”.


  • Escrito por

  • Publicado em 29 de janeiro de 2014

Foto: Teen Vogue

Lea Michele está em todas! Desta vez, a atriz e cantora estampa a capa da revista Teen Vogue do mês de março. E o melhor de tudo? No ensaio, o também ator Jonathan Groff aparece ao lado da melhor amiga em fotos muito fofas!

Os dois se conhecem há oito anos. Atualmente, Jonathan, gay assumido, protagoniza “Looking”, o novo seriado da HBO. Enquanto isso, Lea divide sua vida entre as gravações de Glee e a divulgação do seu primeiro álbum de estúdio, “Louder”. Mesmo separados, a amizade continua firme e forte.

Abaixo, confira a entrevista realizada pelo ator:

 

JG: Vi Lea cantar para o presidente e entrar na Billboard pela primeira vez, eu a vi rir tanto que ela quase fez xixi nas calças. Desde Glee, Michele tem inspirado pessoas do mundo todo com a sua ambição sem remorso, talento insano e uma graça surpreendente. Eu principalmente. Há perguntas que só um melhor amigo pode fazer – por isso, sentei-me com ela em um de seus restaurantes preferidos em Venice, Califórnia, para falar sobre sua vida e seu álbum de estréia.

JONATHAN GROFF: Estamos muito longe de quando nos encontramos pela primeira vez naquele prédio no Chelsea, fazendo testes para Spring Awakening.

LEA MICHELE: É muito louco. Se você me dissesse que estaríamos aqui fazendo uma entrevista, que eu estaria na capa da Teen Vogue e divulgando um álbum, eu provavelmente não iria acreditar!

LM & JG: [juntos] Estamos loucos!

LM: Você foi literalmente criado em uma fazenda na Pensilvânia, e eu cresci trabalhando na cidade. O fato de que nos tornamos melhores amigos é tão estranho. Não é?

JG: O que você esperava quando nos encontramos?

LM: Se tivesse que te beijar agora, eu certamente não poderia.

JG: É mesmo?

LM: Acho que não poderia. Realmente, eu iria rir fácil!

JG: Especialmente no palco. Houve uma vez que, bem… devo falar disso enquanto comemos?

LM: Você estava doente!

JG: Sim. Durante aquela cena no palheiro, onde você tinha que me beijar. Eu estava doente, com gripe, e, quando você abriu a boca, quase vomitei! [risos]

LM: No intervalo você estava vomitando! Eu estava rindo histericamente.

JG: Não foi engraçado! Eu estava com muita dor.

LM: É verdade. Que bom que eu não desisti de Spring Awakening. Foi a melhor experiência da minha vida, porque encontrei você. Nesta vida, se há uma coisa que você precisa é de um melhor amigo. É estranho falar sobre a peça, porque parece que vivemos dez vidas desde então! Eu estava nervosa, dizendo que não iria conseguir e você acreditou em mim.

JG: E agora você vai lançar o seu primeiro álbum de estúdio. É incrível, não é?

LM: Estava feliz em Glee. Estávamos em uma ótima fase, e eu sentia que podia alcançar as estrelas quando estava com Cory. Mas eu queria mais. Pensei “vou me desafiar agora”. O disco é pop, mas acho que ele me mostra como uma cantora de verdade.

JG: Você nunca falou assim.

LM: Mas essa sou eu. É Lea. Não é a Rachel Berry, nem a Lea da Broadway…

JG: Por que ‘Louder’ ?

LM: Louder é como eu. Sou forte, venho de uma família italiana e não paro de falar.

JG: Qual é a sua canção favorita do álbum?

LM: “You’re Mine”. Foi a única música que tive uma reação mais emocional – mas é porque ela fala sobre o Cory.

JG: Qual era a canção favorita dele?

LM: Ele era o meu fã! Sempre entusiasmado. Gentil. Ele ouviu todas as canções do álbum e opinava sobre tudo. Ele amava “Battlefield”. Estou com arrepios de falar disso… mas acho que seria “Burn with You”, porque ele veio ao estúdio comigo naquele dia.

JG: Ás vezes sinto como se o mundo estivesse ao seu lado depois do que aconteceu. Mas você lidou com tudo de uma maneira tão elegante! Você realmente é um modelo. Sendo seu amigo, vi você passar por tudo com muita coragem. De onde vem essa força? Eu não consigo compreende-la.

LM: Do amor insano que tínhamos um pelo outro. Sempre que penso na minha vida, penso em Cory. Tudo o que estou fazendo não é apenas para mim, mas para ele. Mas eu também tenho muitos amigos, minha família, meus fãs…

A entrevista completa você pode conferir na edição de março da revista Teen Vogue. 

Galeria: 

Curta nosso e receba notícias direto na sua timeline.


Tags

Comentários