Paparazzi

Entrevista de Cara Delevingne é cortada e apresentadores zombam a modelo

Sugeriram no ar que Cara tirasse uma soneca para melhorar o humor.


  • Escrito por

  • Publicado em 29 de julho de 2015

cara cover

A entrevista que Cara Delevingne cedeu ontem para o Good Day está rendendo bastante, mas não de forma positiva. A moça entrou ao vivo para comentar sobre o filme que estrela ao lado de Nat Wolff, Cidades de Papel, segunda adaptação de John Green.

Cara dava perguntas sarcásticas às perguntas óbvias dos apresentadores, como, por exemplo: “Você leu o livro?”. A modelo disse que nunca tinha lido nem o livro ou sequer o roteiro, mas depois remendou a resposta. “Claro que li! É maravilhoso, John Green é um autor incrível, se você ainda não leu seus livros deveria”.

Ela também foi questionada se identificava algo em comum com a personagem Margo. “Na verdade, eu a odeio… quer dizer, claro que temos muito em comum. Acho que nos conectamos porque muitas das falas eu já havia dito antes, coincidências assim. Se eu fosse Margo, na realidade, todo o filme seria diferente“.

Quando questionada se não estava tão animada, ela respondeu que a premiére havia sido na noite anterior e que foi bastante emocional, como o fim de uma era. “Mas não estou desanimada, com pouca de energia, está de manhã”, sorriu a moça. A apresentadora seguiu alfinetando-a: “Você parece um pouco irritada, ou talvez sejamos nós”. Cara seguiu sarcástica afirmando que achava que eram eles mesmo.

Foi aí que o nível caiu. A mulher na bancada sugeriu que Cara tirasse uma soneca ou bebesse um energético, o que deixou a atriz sem reação e, logo depois, o sinal da entrevista caiu. “Você ganha U$ 5 milhões por seis semanas, poderia fingir um pouco mais de ânimo”, rebateu outro apresentador.

 

Curta nosso e receba notícias direto na sua timeline.


Tags

Comentários