Cover

Especial Skins 7: DAMMIT entrevista Kathryn Prescott

A atriz de Skins falou sobre sua vida pessoal, sua personagem e a nova temporada da série, que estreia em 2013.


imagem1

Skins está chegando ao fim. A trama, que estreou no começo de 2007 e inovou no gênero adolescente, foi cancelada no começo desse ano para o desespero dos fãs. Foram 3 gerações, 6 temporadas, 55 episódios e muitos personagens. Personagens únicos, que traziam problemas da vida real à cada episódio.

Para marcar o fim da série, o canal E4 está preparando três especiais para o ano que vem, com duas horas de duração cada. São eles Fire, Pure e Rise – que vão mostrar a vida dos já conhecidos Effy (Kaya Scodelario), Cassie (Hannah Murray), Cook (Jack O’Connell), Emily (Kathryn Prescott) e Naomi (Lily Loveless) nos dias atuais, lidando com problemas de gente adulta e deixando de lado a adolescência.

Nós, é claro, não poderíamos deixar isso passar em branco e preparamos uma entrevista exclusiva com a atriz Kathryn Prescott (Emily Fitch), que gentilmente arrumou um tempo para responder nossas perguntas. Ela falou um pouco sobre sua personagem em Skins Fire – ou Skins 7 – suas inspirações, sua relação com a irmã gêmea e muito mais. Começamos perguntando como está sendo voltar a interpretar a mesma personagem após dois anos, e qual é a principal diferença entre a Emily da segunda geração e a Emily de Skins 7.

imagem1

Foi muito bom. Minha personagem não é protagonista, mas foi ótimo trabalhar com Lily, Kaya e muitos outros da equipe outra vez. A nova Emily cresceu. Ela passou dois anos fazendo suas coisas em Nova Iorque e, como resultado, tornou-se mais confiante e menos violenta do que antes.

Skins 7, ao contrário das temporadas anteriores, vai retratar a transição da adolescência para a vida adulta. Perguntamos a Kathryn se ela amadureceu assim como sua personagem e o que mudou em sua vida desde que deixou a série, em 2010.

[quote]Parece que muito tempo passou desde que fizemos nossas duas temporadas de Skins. Muita coisa mudou na minha vida, acredito que tenha crescido um pouco. Descobri a fotografia, que é algo que eu amo fazer e além disso estou me dando muito melhor com Meg![/quote]

A atriz de 21 anos também falou sobre as semelhanças com sua personagem.

Me identifico [com Emily] em alguns pontos. Ela é muito emocional e consciente sobre seus sentimentos. Quando ela e Naomi começaram seu relacionamento, ela estava com medo e chateada, mas sempre sabia o que sentia e podia ser honesta com si mesma. Emily é mais tímida que eu na terceira temporada, mas em Skins Fire ela está muito mais confiante. Eu também me indentifico com sua relação com Katie. Às vezes é difícil ter uma irmã gêmea porque você está constantemente sendo comparada a alguém, então você precisa achar sua própria identidade e seguir em frente. Meg e eu não costumávamos nos dar bem, então quando lemos a primeira cena da audição que fizemos para Skins (aquela em que estamos discutindo sobre quem vai usar o chuveiro primeiro) nós amamos, porque costumava acontecer pelo menos duas vezes por semana.

Como uma atriz, quais são as suas maiores influências?

Sou influenciada por pessoas em situações reais, como elas reagem e lidam com o que as fazem felizes. As pessoas me fascinam, eu quase fui para Uni fazer psicologia depois da escola. Acho que, para agir, você precisa ter uma boa compreensão das personagens que está interpretando – de onde elas vêm, como é seu relacionamento com as outras pessoas etc. São minhas influências. Pra mim, é psicologia. Eu prefiro me influenciar em situações do cotidiano do que em atores, mesmo que haja alguns em que eu definitivamente me inspire.

Você acha que Skins, sendo uma série polêmica, atrapalhou sua carreira? Ou, pelo contrário, te abriu novas portas?

Skins foi o melhor treinamento que eu poderia ter pedido. Isso abriu muitas portas pra mim, eu tinha só 16 anos quando descobri que tinha conseguido o papel, e antes disso só tinha feito um trabalho muito pequeno na TV, então foi uma oportunidade incrível.

imagem1

Dessa vez, apenas 5 atores foram escalados para retornar. Segundo o co-criador da série, Jamie Brittain, os escolhidos são os personagens “que tinham as histórias mais interessantes a ser contadas”. Perguntamos a Kathryn como foi trabalhar novamente ao lado de rostos conhecidos.

[quote]Nós não tivemos todo o elenco de volta dessa vez, eu só precisei trabalhar com Lily e Kaya. Foi estranho ver que Lisa, Ollie, Meg e Luke não estavam lá, ainda mais depois de termos nos relacionado no passado. Mas foi ótimo trabalhar com as duas novamente.[/quote]

Agora que a Skins está definitivamente chegando ao fim, perguntamos também quais são os seus planos para o futuro. “Eu quero continuar atuando e tirando fotos. :)“, disse.

Simpática, ela ainda deixou um recado para os fãs brasileiros:

[quote]Muito obrigado por todo o suporte. Eu tenho inveja do seu clima![/quote]

Se você é fã de Skins e gostou da matéria, fique ligado no nosso especial. Tem mais entrevista com o elenco vindo aí!

Curta nosso e receba notícias direto na sua timeline.


Tags

Comentários