DAMMIT ENTREVISTA: elenco de “Teen Wolf” na San Diego Comic-Con 2017 Cover

tw2

Após 6 anos no ar, Teen Wolf chegou em sua sexta e última temporada neste ano de 2017. E claro, não poderíamos deixar passar em branco.

O elenco composto por Tyler Posey, Dylan O’Brien, Colton Haynes, Shelley Hennig, Dylan Sprayberry, Cody Christian, Charlie Carver, Linden Ashby, Melissa Ponzio, Khylin Rhambo e o criador do seriado, Jeff Davis, participaram do maior evento de filmes, séries e universo geek do mundo, a San Diego Comic-Con.

Tivemos a oportunidade de conferir o painel e entrevistar pessoalmente o cast em uma conversa exclusiva e descontraída. Confira todos os detalhes:

O PAINEL

tw1

No dia 20 de julho, Teen Wolf subiu ao palco do Hall H, maior auditório da convenção, que comporta 6.000 pessoas. Os atores falaram sobre a última temporada, fim da série, responderam perguntas de fãs e claro, se emocionaram. O clima foi de despedida, mas com a certeza de que o trabalho deles foi concluído com sucesso. Dylan O’Brien, o nosso eterno Stiles Stilinski, não estava listado para comparecer ao painel, mas o ator marcou presença e foi o ponto-chave do evento, sendo ovacionado pelo espaço lotado de Wolfies. Confira os melhores momentos:


A ENTREVISTA

Colton Haynes (Jackson Whittemore)

A volta para a série

Colton: Eu falei para o Jeff: “eu volto se o Dylan O’Brien e Tyler Hoechlin também voltarem, porque eu quero a família original junta”. Eu mandei uma mensagem super triste e ridícula após ter tomado duas taças de vinho. Foi algo como: “somos todos uma família”, “você não pode deixar a série terminar sem a gente” e Hoechlin estava bem rabugento, meio “tanto faz” para isso. Então, eu liguei para o agente dele – pois temos o mesmo – e fiz com que ele aceitasse.

Você acha que nessa última temporada, o seu personagem Jackson será mais parte do problema ou da solução?

Colton: Jackson com certeza será parte da solução. Ele descobriu que certas coisas estão acontecendo e voltou para ajudar a solucionar os problemas, mas para também ajudar os seus amigos.

Você pode contar por onde ele andou?

Colton: Eu sei que ele esteve em Londres, mas não tenho certeza… (risos)

Qual foi a sua cena preferida de gravar e com quem?

Colton: Gravar qualquer cena com a Holland Roden sempre é incrível. No meu primeiro dia de set, eu e a Holland estávamos indo para o trailer de maquiagem e ela simplesmente vomitou em um lixo. Sempre tem algo acontecendo. Por exemplo, ela viajou um dia antes da gravação e ficou com jet lag, então, eu fiquei tirando sarro o dia inteiro dela – e é a minha coisa preferida no mundo. Eu a amo demais. Nós rimos durante todas as cenas. Eu também trabalhei com Charlie Carver e foi um desastre porque não conseguíamos terminar as cenas.

Quais são os seus novos projetos?

Colton: Estou gravando a nova temporada de American Horror Story. Se chama Cult. Estou trabalhando com eles nesses últimos meses, tem sido um loucura.

Os dois seriados [Teen Wolf e American Horror Story] são com o tema sobrenatural. Você acha que isso é algo limitado?

Colton: Não fiz nada do mesmo gênero antes de filmar Teen Wolf. Gravei The Gates na mesma época, depois Arrow que é de super-herói e agora American Horror Story. Esses tipos de produções me atraem muito, mas eu também vou onde tiver trabalho (risos). Eu tirei 2 anos de folga e fiquei entediado, até que pensei: “Ok, eu posso fazer isso de novo“, então voltei e adorei fazer.

Falando em Arrow, o seu personagem Roy voltará?

Colton: Não posso dizer que será logo, mas tenho certeza que eu voltarei antes da série acabar.

Os shipps preferidos de Colton em Teen Wolf

Dylan Sprayberry (Liam Dunbar)

O que você pode falar da 6B?

Dylan S: Eu posso contar que o caminho do meu personagem na última temporada é ótimo. Eu conversei com os escritores e todos nós opinamos sobre como o “meu” fim deveria ser. Obviamente, eles sabem melhor do que eu, mas eu opinei sobre várias coisas. Eu estou muito feliz de ver onde o Liam está e estou fazendo o que eu queria nessa temporada. Isso é tudo o que eu poderia pedir. Acho que é uma temporada muito bem produzida.

Vamos ter a chance de ver o Liam como Alfa nessa temporada?

Dylan S: Não teremos a chance de ver ele como o Alfa, mas você verá ele seguindo os primeiros passos. A cada temporada, temos uma amostra dele se tornando o chefão, se posso dizer assim. Você verá o meu personagem tendo mais responsabilidade e assuntos para lidar a fim de proteger todos os seus amigos, porque em todas as temporadas, é o Scott quem carrega tudo sozinho e eu acho que será legal.

Quase todos os fãs gostaram de Liam e Hayden juntos. Você pode falar um pouco sobre isso?

Dylan S: Não veremos muita coisa sobre a Hayden nessa temporada, sua personagem mudou um pouco. Liam estará por conta própria. Não especificamos o que está acontecendo entre nós, mas você não verá muita coisa sobre nós. Mas eu gostaria que sim.

Se Liam pudesse ouvir um conselho seu, qual seria?

Dylan S: “Não fique tão bravo”. Também, o Liam antigo diria para o Liam de hoje que ele conseguiu fazer tudo certo. “Não há respostas pelo o que você teve que passar, mas você fez tudo certo. Não tem como não cometer erros, não tem como ser perfeito em tudo, mas dê o seu melhor para fazer tudo corretamente, especialmente com tudo o que você vem passando”.

Dylan fala sobre as cenas de humor na sexta temporada

Melissa Ponzio (Melissa McCall)

Desenvolvimento dos pais na série

Melissa: Uma das coisas inteligentes que o Jeff Davis [criador] fez, foi escrever o roteiro dos pais sabendo o que acontecia em Beacon Hills. Ele nos deixou envolvidos, sempre estivemos ao redor, mas também teve um momento que demos um passo para trás e deixamos nossos filhos seguirem sem a gente e isso foi importante.

Episódio dirigido por Posey

Melissa: Eu estava morrendo de medo de não fazer uma boa performance no episódio dirigido pelo Tyler Posey. O episódio 13 é o dele e todo mundo queria dar o seu melhor. Decoramos nossas falas, somos profissionais e não brincamos com o nosso trabalho. O episódio pode parecer um pouco assustador, mas é engraçado que muitas vezes você não sente medo na hora de filmar a série, ignoramos o medo e vamos direto ao ponto.

Finalização da última temporada

Melissa: Quando você tem apenas 10 episódios e 45 minutos, tirando os comerciais, não é muito tempo para contar uma história com tantos personagens desenvolvidos. Jeff e os outros escritores realmente tentaram fazer justiça a cada um desses personagens e suas respectivas histórias, é muita coisa para cuidar. Espero que todos se sintam satisfeitos em como essa temporada termina.

Quando conheceu o Tyler Posey

Melissa: Foi na hora do almoço do set de filmagem. Eu estava na fila e uma pessoa da produção perguntou se eu queria sentar com o meu filho na série (Tyler) e eu respondi que sim. Então, sentamos, olhamos um para o outro e pensamos que realmente poderíamos ser parentes. Enquanto conversávamos durante o almoço, foi que eu percebi que a gente ia se divertir muito juntos. Eu senti uma vibe incrível e realmente é assim até hoje.

De todas essas 6 temporadas, qual é o vilão mais assustador para você?

Melissa: Os Dread Doctors, porque eu tenho sonhos estranhos com pessoas tirando os meus dentes. Não consigo nem pensar. Quando eu vi eles, eu mandei uma mensagem para o Jeff dizendo: “Você trouxe o meu pior pesadelo à vida” (risos).

Qual foi a sua cena favorita da série?

Melissa: Não consigo escolher apenas uma cena, mas o que eu mais gostava era o momento entre uma cena e outra. Os bate-papos, as brincadeiras, o planejamento… Especialmente com o Dylan O’Brien. Ele é o tipo de cara que pode estar rindo histericamente de uma piada e quando falarem “AÇÃO“, começar a chorar do nada. É muito legal trabalhar com alguém que tenha um comando natural sobre suas emoções.

Linden Ashby (Sheriff Noah Stilinski)

Qual foi a sua temporada favorita?

Linden: Eu amo todas as temporadas, mas de modos diferentes. Todas representaram marcos da minha vida e da evolução da série. Eu cresci com esses jovens, que se tornaram homens e mulheres. A alegria e orgulho que eu sinto vendo quem eles se tornaram trabalhando nessa série e como tocaram diferentes pessoas ao redor do mundo, essa é minha parte favorita.

Qual é o seu momento favorito nos bastidores desses últimos 10 episódios?

Linden: Provavelmente foi ver por trás das cortinas o que acontece na direção de um episódio. Eu amei trabalhar com a equipe e com alguns novos talentos na série como o Froy, Andrew e Sibongile Mlambo. Eu me diverti muito trabalhando com eles.

Qual é o seu maior medo?

Linden: Meu maior medo pessoal é que eu não sou muito fã de lugares lotados e isso é bem difícil para mim. Quando estou em um lugar cheio, tenho uma sensação doida das pessoas respirarem perto de mim e eu respirar perto delas. Eu sei que não tem muito sentido, mas não gosto. Além disso, um outro medo é a morte (risos).

Khylin Rhambo (Mason Hewitt)

Sobre ter mais do Mason na última temporada

Khylin: Ver os personagens com esses laços amorosos, sem se importar com o que pode acontecer, é sempre bacana e é algo que eu gostaria de ter. Mas não apenas o amor “romântico”. Mason ainda ama os seus amigos. Ele tem uma nova família e é desafiador. Então, teremos mais sobre o Mason. Ainda existe esperança.

Desenvolvimento do personagem

Khylin: Uma das coisas mais legal nessa temporada com o Mason é que iremos conhecer o outro lado dele. De coração, ele é a mesma pessoa, mas sabe, ele sempre vê o lado positivo de tudo e quase nunca enxerga o lado negativo das situações. Vê-lo assim será um desafio e interessante.

Qual foi o seu episódio favorito de filmar até agora?

Khylin: Acho que o episódio 13 da sexta temporada. Tivemos o Posey como diretor e tem uma cena bem legal comigo e o Dylan Sprayberry jogando video game que reproduz uma outra cena a qual já fizemos a mesma coisa. Não posso dar spoilers, mas tem uma virada obscura nessa cena que eu amo. Eu estou muito animado.

Se você pudesse trazer um personagem de volta a vida, qual seria?

Khylin: Allison, ela é linda. Não tive a oportunidade de trabalhar com a Crystal Reed, mas a traria de volta. Ou um dos gêmeos, o outro [Aiden], porque um está vivo [Ethan]. Ele teve uma cena de morte muito louca e eu vi em uma tela grande. Foi triste (risos).

Você está feliz com o final do seu personagem?

Khylin: Sim. Mason amadureceu com o sobrenatural e percebeu que a responsabilidade que ele tem é parecida com a do Stiles – e é algo que eu realmente gosto.

Jeff Davis (criador de Teen Wolf)

Se você pudesse descrever como os fãs vão se sentir assistindo aos últimos episódios da série em apenas uma palavra, qual seria?

Jeff: Satisfeitos. Quando eu assisti a última cena, eu pensei: “Isso realmente se parece com um final“, e essa é umas das coisas mais difíceis para um escritor, terminar tudo de um jeito que deixe todos contentes. Para mim, fazer o último episódio foi muito estressante porque tive que encerrar todas as histórias. Mas a última cena parece um bom final e carrega a mensagem que a série quer passar.

Se você pudesse trazer um personagem de volta à vida, qual seria?

Jeff: Essa é fácil. Eu traria a Jennifer Blake. Vou admitir, foi um erro matá-la. Também porque Haley é uma pessoa tão bacana, ela é uma dessas pessoas que você quer trazer de volta para o set de tanta energia boa.

Malia e Scott, como isso surgiu e aconteceu? No trailer da temporada aparece rapidamente os dois se beijando.

Jeff: É um plano em branco porque você não vê a progressão da cena. É um pedaço do trailer. Vocês verão isso por inteiro. Foi muito legal sentar em volta da mesa dos escritores e pensar nas relações que não tínhamos explorado ainda e qual seria a razão de jogar aquilo para os fãs. Nós testamos isso na 6A em diferentes momentos e vocês irão ver para onde isso vai. Eu gostei, é uma relação engraçada. Shelley e Tyler amam trabalhar juntos. Vamos ver se a audiência vai gostar. Em certo ponto, você também não pode se preocupar com o que os fãs vão falar.

Quem é o vilão da 6B?

Jeff: O vilão é muito misterioso, sempre existiu dois vilões em Teen Wolf. Um é o vilão mais bruto, e o outro sempre foi o vilão mais inteligente. O vilão bruto é o mistério, ele se aproveita do medo. O outro, é interpretado pela Sibongile Mlambo, e ela é incrível. Um ser humano maravilhoso. Ela arrasou fazendo o papel de vilã e eu amei trabalhar com ela. A personagem é uma vilã que você compreende, você consegue entender a motivação dela completamente. Esses são os melhores vilões para escrever/interpretar, aqueles que vêm de um lugar que se eu estivesse na posição deles, faria a mesma coisa. Tamora é uma nova caçadora, que Gerard meio que apadrinha e vê um talento bruto natural, e os novos caçadores começam a aparecer em Beacon Hills, Scott e seus amigos acabam virando presas de novo e veremos como eles se saem.

Sabemos que Derek está voltando, existe alguma possibilidade de sabermos mais sobre Braeden e seu relacionamento?

Jeff: Meagan [atriz da personagem Braeden] foi umas das pessoas que eu não consegui trazer de volta para essa temporada. Tentamos falar com os agentes mas eles falavam que ela não estava disponível, e ela me mandava mensagens falando que não era verdade, que ela estava disponível, e eu tive que falar que era tarde demais. Meagan está muito bem em outro programa. Eu a amo e espero poder contratá-la para trabalharmos juntos em outro projeto. Ela é incrível, uma boa amiga. Outros atores também ficaram de fora, infelizmente por problemas na agenda. Queria que o Daniel Sharman tivesse voltado, mas chamar ele do México, onde estava filmando Fear The Walking Dead, para gravar pelo menos uma cena de Teen Wolf, seria difícil.

Tyler Posey (Scott McCall)

Tyler Posey, o protagonista e sempre muito querido, quando falamos que somos do Brasil após a entrevista com os outros atores, ele logo disparou: “Meu Deus! Os fãs brasileiros são sempre os mais queridos. Eu amo todos“.

Bastidores:

CLIQUE AQUI E CONFIRA TODA A NOSSA COBERTURA DO EVENTO

Curta o DMT no Facebook e receba notícias diretamente em sua timeline.

Tags

Escrito por
Postado dia 07 de agosto de 2017

Comentários

DAMMIT.com.br © 2012 - 2014    —    Alguns direitos reservados