Garota Exemplar – Um suspense de tirar o fôlego Bookly

Gillian Flynn: a autora do livro que tirou 50 Tons de Cinza do topo. O fato por si só já seria digno de atenção. Mas muito mais do que um sucesso de vendas, Garota Exemplar (Gone Girl) se consolidou como uma das melhores e mais bem desenvolvidas tramas de suspense dos últimos anos, capaz de atiçar a curiosidade do leitor e despertar sensações incrivelmente distintas do começo ao fim.

Amy e Nick são jornalistas e vivem de forma bastante confortável em Nova York. Após a chegada da internet, ambos perdem seus empregos na cidade. Impulsionado pela doença de sua mãe e a falta de motivação, Nick decide voltar para Missouri, uma modesta cidade do interior onde fora criado. Amy é o oposto de Nick. Inspiração para uma série de livros infantis, ela é a garota que todas as outras querem ser. Ou pelo menos, é o que parece.

Na manhã de seu aniversário de 5 anos de casamento, Amy desaparece. Sinais de uma possível luta corporal e a tentativa de limpeza da casa dos Dunne, indicam que aquela seria a cena de um crime. Um sequestro, ou talvez um assassinato. Não demora muito para que as suspeitas caiam sobre Nick. As mentiras aparecem e logo nos vemos envolvidos na teia de confusões e manipulações dos personagens.

Flynn conseguiu criar uma atmosfera de suspense obscura e dinâmica, alternando a narração dos fatos entre as versões de Nick, a partir do sumiço da esposa, e de Amy – através de seu diário – desde o começo do relacionamento do casal. Os relatos conflitam entre si, e as constantes reviravoltas provocam sentimentos ambíguos no leitor. Hora de pena, hora de raiva e indignação.

Mas não é só a estória envolvente que é capaz de nos manter instigados. Os personagens são extremamente bem construídos, com suas qualidades, defeitos e loucuras exaltados de forma igualitária. Essas características acabam por humanizar os protagonistas, abrindo uma ponte de identificação e aproximação com o leitor. Nick e Amy são heróis. Nick e Amy são vilões. E os nossos conceitos de casamento e confiança vão sendo destruídos a cada capítulo.

Garota Exemplar apresenta reviravoltas e mais reviravoltas ao longo de suas 445 páginas. Gillian foi muito competente ao mostrar o quão pouco conhecemos aqueles que nos cercam. O desfecho? Chocante e conturbado. Exatamente como a relação de Amy e Nick. O final pode ser considerado corrido, frustrante ou incrível, dependendo do ponto de vista. Mas se você gosta de suspense e estórias surpreendentes, Garota Exemplar é leitura obrigatória.

Onde comprar: Saraiva | Fnac | Submarino | Americanas

Curta o DMT no Facebook e receba notícias diretamente em sua timeline.

Tags

Escrito por
Postado dia 26 de abril de 2013

0 Comentários

DAMMIT.com.br © 2012 - 2014    —    Alguns direitos reservados